Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 311
Data:
7/8/2002
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1331379 vezes
» Índice
» Editorial
Davi X Golias
» Autos
Segurança, conforto e uma nova arquitetura elétrica são alguns destaques do Citroën C3
» Turismo
Faça como o escritor Paulo Coelho, que realizou seu sonho somente após conhecer Santiago de Compostela
» Turisnotas
Transamérica Ilha de Comandatuba reúne mestres de diversas modalidades na sua Semana Esportiva
» Boca Miuda
Discípulos de Maquiavel
Triângulo

Intervenção?  
Um repórter é julgado, condenado e cruelmente executado por um tribunal de traficantes – o assassinato do jornalista Tim Lopes, no Rio de Janeiro.  
A prefeitura da cidade que é cartão postal do país, também o Rio de Janeiro, é metralhada com balas de alto calibre.  
São Paulo transforma-se no reinado dos seqüestradores, de crimes misteriosos como o do assassinato do prefeito Celso Daniel que mistura doses de crime organizado com interesses políticos (?). Para completar, não há na maior metrópole do país alguém que não tenha perdido o relógio num sinal de trânsito, ou pelo menos conheça alguém que o tenha perdido – muitos perderam a própria vida. Já o equilibrado governo de Santa Catarina, pelas mesmas razões que as do Espírito Santo, não tem pago os precatórios herdados de irresponsáveis...  
Intervir no Espírito Santo seria uma forma política das mais hediondas de se pôr uma pá de cal no tumultuado governo José Ignácio Ferreira.  
Seria também um golpe sem precedentes no curso da democracia a intervenção na mesa da Assembléia Legislativa do Estado. Um gesto de força ditatorial para neutralizar o poder conquistado pela ação política do presidente José Carlos Gratz, que os adversários, ou inimigos políticos como ele prefere chamar, acusam de pertencer ao crime organizado, mesmo não havendo contra ele uma prova sequer, ou mesmo um processo formal.  
Com certeza, a sabedoria dos ministros dos Tribunais Superiores não haverá de permitir mais essa ação desmoralizadora contra o pobre Espírito Santo. Pobre especialmente de verdadeiros cidadãos.  
 
Craques  
Quem deve estar muito feliz com o Espírito Santo é o empresário Emílio Odebretch. É que, de certo tempo para cá, multiplicam-se pelo Estado afora placas da sua competente empreiteira, em obras do governo do Estado. O pessoal da Odebretch é craque mesmo!  
 
Competente  
Vem aí, mais uma vez candidato, o executivo Sérgio Borges que cumpriu seu primeiro mandato com o mesmo brilho que conduziu a Cesan, a Telest e o Bandes.  
É um dos melhores candidatos a deputado estadual que oferecem o nome para um novo julgamento da população.  
 
Lançamento  
Foi lançado no último dia 28 de junho, na livraria Leitura, no Shopping Vitória, o livro A Conciliação Extrajudicial Prévia, de autoria dos renomados juízes do Trabalho Sônia das Dores Dionísio e Hélio Mário de Arruda, que por sinal acaba de aposentar-se. Na foto, os dois aparecem autografando o livro no prestigiado evento.  
Desrespeito  
Que a Justiça do Trabalho tem como princípio básico a defesa do trabalhador, ninguém duvida. Também não é possível negar que existem empregadores dispostos a desrespeitar a legislação trabalhista. O difícil é aceitar atitudes totalmente arbitrárias tomadas por determinados juízes trabalhistas. Bloquear na origem, o pagamento de mais de 10 diferentes clientes da empresa em função de uma causa trabalhista de apenas R$ 1,6 mil, e que se efetivadas garantiriam ao reclamante cerca de R$ 16 mil, mostra a falta de preocupação da Justiça com o setor produtivo. São decisões como essas que engessam a empresa nacional e definitivamente impedem o desenvolvimento econômico do país. Um desrespeito!  
 
Bola fora  
Estiveram recentemente em Vitória dois auditores fiscais da Secretaria de Fazenda do Estado da Bahia. Vieram fiscalizar as famigeradas T. A. Oil e Franel na questão da substituição tributária. Os tarimbados e seríssimos profissionais baianos acharam muito curioso o envolvimento do pessoal da Franel com o futebol no Espírito Santo e na Bahia onde a empresa controla o time da cidade de Juazeiro.  
 
Somos otários?  
Primeiro foram as companhias aéreas que sutilmente começaram a cobrar pelos telefonemas antes efetuados através do Toul Free. Para quem ainda não se apercebeu, quando você ligar para, por exemplo, comprar uma passagem da Gol, é você mesmo quem está pagando, e caro, aquele telefonema que às vezes se transforma em longo.  
Quem agora também está pagando são os tarados por programas interativos da TV. Aqueles em que você vota nisso ou naquilo, como os reality shows, por exemplo. É mais uma fonte de renda, e altíssima, para as redes de TV. É um prejuízo para o usuário que já tem os tais programas pagos pelo anunciante. (Em tempo, os cartões de crédito estão partindo para a mesma prática).  
 

  
José Ignácio Ferreira.

Celso Mathias e Emílio Odebretch

José Carlos Gratz

Sônia das Dores Dionísio e Hélio Mário de Arruda

Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.