Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 297
Data:
31/12/2001
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1300472 vezes
» Índice
» Editorial
Pontos Positivos
» Social Casamento
Os noivos Marcos e Marianne
» Social Light
Nesta terça-feira, dia 18, completou 51 anos o empresário e político José Nunes Soares
» Autos
Chega às ruas em 2002 o supercarro Bugatti EB 16.4, com 1.000 cv, que poderá chegar a 400 km/h
» Rio Classe A
Maxi mídia
» Entrevista
Quem é Alemer Ferraz Moulin, o novo presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo
» Boca Miuda
Olho nele
» Triangulo
A Cesan avança em gestão de qualidade e concorre com gigantes de saneamento
» Momento
Gerson Pícoli, Renan Chieppe e José Ignácio Ferreira, que volta a sorrir na festa do transporte
Autos

A Selvagem Bugatti EB 16.4 Veyrons  
 
Bugatti eb 16.4: vem aí o super-carro  
Motor W16, 1.000 cv de potência máxima e mais de 400 km/h. No próximo ano esta Bugatti chega às ruas.  
 
Exagerada? Com certeza. Mas à novíssima Bugatti EB 16.4 Veyron não cabe outro adjetivo. Tudo nela é superlativo, a começar pelo motor W16 (dois blocos de V84.0 VW/Audi unidos), 7,993 cm3, 64 válvulas (quatro por cilindro), 1000 cv de potência e 406 km/h de velocidade máxima. Acelera de zero a 300 km/h em pouco menos de 14 segundos.  
Seu desenho é baseado na Bugatti T 57 SC de 1936 a 38. Na verdade, apenas alguns detalhes foram aproveitados, como a pintura em preto e vermelho (Noir e Rouge Ventoux) e o desenho do radiador. De resto, uma impressionante carroceria feita em fibra de carbono e alumínio, rígida e leve.  
O motor W16 recebeu quatro turbocompressores e comandos de válvulas variáveis, enquanto o câmbio é sequencial, de sete marchas e com dupla embreagem, tração permanente nas quatro rodas. Usa pneus especiais Michelin, 245-690R520A na dianteira e 335-710R540A na traseira, com rodas 235 x 520 na dianteira e 325 x 540 na traseira.  
Dentro, espaço suficiente para dois ocupantes, excelente nível de acabamento, com muito alumínio e couro bege. O aerofólio traseiro se ergue de maneira automática até 20 cm, conforme aumenta a velocidade. O Bugatti EB 16,4 Veyron estará a venda em 2003, com preço ainda não definido. Comenta-se que poderá custar mais que US$ 500 mil.



Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.