Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 302
Data:
15/3/2002
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1545107 vezes
» Índice
» Editorial
Pedágio Publicitário
» Paladar
Algumas dicas importantes para charuteiros
» Saúde
Estudo realizado em hospital público de Londres garante que música e artes plásticas curam doenças
» Autos
Cada vez mais independentes, mulheres já formam 11% do público consumidor de picapes no Brasil
» Boca Miuda
Casal 21
» Triangulo
Dentro de trinta dias, em todo o país, o poder começará a trocar de mãos
» Turismo
Conheça o interminável encanto das ilhas da Polinésia, terra favorecida pelos deuses
Paladar

1 - Você que está começando, procure manter um registro dos charutos que experimentou anotando sua opinião sobre cada um deles. O registro o ajudará a lembrar-se das suas aventuras.  
2 - Nunca deixe o seu charuto apagado por mais de meia hora. O alcatrão e a nicotina acumulados na ponta o deixam amargo quando novamente aceso. Só acenda um charuto quando tiver tempo suficiente, pelo menos 45 minutos, para saboreá-lo do começo ao fim.  
3 - Nunca masque ou morda a ponta de um charuto. Segure-o na mão ou apóie no cinzeiro. O ato de fumar estimula a salivação. Assim, se você deixar o charuto na boca, ele ficará molhado, entupindo o furo e prejudicando a puxada.  
4 - Se você é um principiante, não importa preço ou marca, nunca compre muitos charutos de uma só vez, pois suas preferências podem variar à medida que for aprendendo mais sobre o assunto.  
5 - Se espera encontrar uma fonte confiável e consistente de charutos de qualidade – um lugar que lhe dará prioridade quando os charutos que você deseja chegarem – estabeleça um bom relacionamento com uma tabacaria e torne-se um cliente fiel.  
6 - Bebidas e charutos combinam, por isso muitos bares e restaurantes oferecem o produto para venda. Além disso, permitem que você leve o seu para fumar, sem cobrar por isso, diferentemente do que ocorre com as bebidas, em que é cobrada uma taxa de “rolha” caso você leve a sua garrafa.  
7 - É muito importante, muito difícil e extremamente dispendioso classificar charutos pela consistência que apresentam de caixa para caixa. Entretanto, a capacidade que um fabricante tem de produzir grandes charutos ao longo do tempo é primordial para a classificação da marca. Os iniciantes devem se concentrar nos charutos avulsos, mas não hesitar em analisar outro exemplar da mesma marca e formato em uma ocasião posterior comparando-os.  
 
O prazer de um bom charuto  
 
• A Menendez e Amerino, empresa líder na fabricação de charutos premium, lançou a reserva especial da linha Alonso Menendez, capa clara que possui fumo especial e diferenciado graças ao processo de maturação de três anos. Como tudo que é bom dura pouco, a edição é limitada a 70 mil charutos (disponível em caixas com 10 unidades).  
• Também são novidade da empresa os charutos Alonso Menendez n.º 20, que além das versões em maço e caixa, ganharam tubos de alumínio para garantir a conservação de seu tradicional aroma e sabor (disponível em caixas com 10 unidades ou displays 10 x 2).  
 
Davidoff apresenta seu novo furador  
 
• A marca Avo oferece, além das suas linhas de charutos, alguns acessórios para o apreciador, como cinzeiros, caixas umidificadoras e cortadores para charutos. Esta peça oferece duas opções de tamanho de corte e três padrões de acabamento, podendo ser utilizados para todos os tamanhos de charutos, com exceção dos que apresentam formato figurado (torpedos).  
• Fabricado nos Estados Unidos, este furador possui ainda uma argola removível na extremidade, que permite seu uso como chaveiro ou em uma corrente, evitando sua perda ou furto. As lâminas oferecem um corte limpo e preciso e têm garantia eterna.  
• Este tipo de furador é ideal para quem não gosta de cortar seus charutos com guilhotinas, além de serem uma ótima opção para quem quer presentear com elegância e sofisticação.



Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.