Vidabrasil circula em Salvador, Espírito Santo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo Edição Nº: 320
Data:
12/6/2002
Capa | Edições anteriores| Assine já | Fale com a redação
Página visitada: 1340152 vezes
» Índice
» Autos
Talvez um dos mais luxuosos do mundo, é produzido na Mercedes conforme as exigências dos clientes
» Turismo
A cidade de todas as maravilhas
» Serviço
Uma receita no  
tom certo

» Turisnotas
Wagner Canhedo recebeu o prêmio Personalidade do Turismo, concedido pela ABI e pelo jornal Folha do Turismo
» Editorial
O legado de FHC
» Triângulo
Telefônica Celular além de ser patrocinadora oficial do Vital, também patrocinou os principais blocos que desfilaram
» Prazer
Tributo a baco
» Boca Miuda
O deputado João Coser será o coordenador político do governo Lula para a região sudeste
Boca Miuda

Ciúme gospel  
Quem não anda satisfeito com a ascenção  
do noviço Edson Vargas (PMN) na política  
capixaba é o deputado federal e senador eleito Magno Malta (PL).  
Um não perde a chance de espetar o outro. Edson costuma ser mais direto, enquanto Magno utiliza-se de subterfúgios para fustigar o deputado, seu irmão de igreja, através da imprensa.  
 
Desigualdades acentuadas  
As descobertas de novas reservas de petróleo no Espírito Santo tendem a acentuar as desigualdades regionais.  
Na última lista de distribuição de royalties pela Petrobras, enquanto Linhares recebeu R$ 1,3 milhão, outros municípios grandes ganharam o equivalente a algumas poucas cestas básicas. Coisa de R$ 70 a R$ 90.  
Ou se revêem esses critérios e se cria uma legislação que distribua riquezas, ou mais tarde vamos ter que pagar o preço dessas desigualdades geradas.  
 
Morte que desmoraliza  
Uma testemunha-chave contra o crime organizado no Espírito Santo é assassinada numa prisão estadual duas horas depois de ser transferido da carceragem da Polícia Federal.  
Se é assim que se trata testemunha-chave, imaginem se o cidadão comum vai ter coragem de falar alguma coisa!  
Ficou muito ruim essa história.  
 
Herdeiro  
O deputado estadual reeleito José Ramos Furtado (PFL), de Iúna, tenta herdar o espólio político de José Carlos Gratz na Assembléia Legislativa. Mas tentando desvincular seu nome do antigo aliado.  
Ramos está no exercício da presidência do Legislativo.  
 
Hora da posse  
Anda confuso o horário da posse do governador Paulo Hartung no dia 1º de janeiro. A dúvida é se ele manterá a posse para as 17 horas, concorrendo com as atenções voltadas para a posse do Presidente Lula, ou se a antecipará para a parte da manhã, indo depois para festa de Brasília.  
 
Gosto de sangue  
Se aqui no Estado os petistas se articulam, mas com moderação, o mesmo não se pode dizer de Brasília, onde os “companheiros” aparecem ameaçadoramente nas repartições públicas perguntando aos atuais ocupantes de cargos se já decidiram para onde vão depois de 1º de janeiro.  
É um terrorismo só.  
 
Vício de linguagem  
Logo depois de uma reunião com prefeitos do Norte do Estado, o governador eleito Paulo Hartung (PSB) deu uma entrevista em que disse que é “bom de briga”.  
Essa fala não vale. Já foi usada nos últimos quatro anos pelo atual governador José Ignácio Ferreira.  
 
Incompatibilidade  
Não tentem reunir na mesma mesa o deputado federal Marcus Vicente (PPB) e o prefeito de Cariacica, Aloízio Santos (PSDB).  
As últimas eleições deixaram um enorme fosso entre os dois.  
Marcus sentiu-se traído pelo prefeito, que, na política capixaba, não é conhecido mesmo pela virtude da lealdade.  
Quem com ferro fere...  
 
Bancada articulada  
A bancada do PT está articuladíssima e tem se reunido periodicamente para não deixar passar em branco a ocupação de cargos federais no Estado.  
Destaque para Perly Cipriano, que, apesar de ter ficado como primeiro suplente, saiu com muita força nas últimas eleições e está dando muitas cartas nesse jogo.  
 
Vantagem de Clésio  
A cada dia aumentam mais as chances de o vice-governador eleito de Minas Gerais, Clésio Andrade, que está a caminho do PL do vice-presidente eleito José de Alencar, tornar-se Ministro dos Transportes do governo Lula.  
 
Coser na articulação  
O deputado federal João Carlos Coser, que teve mais de meio milhão de votos para senador, mas não se elegeu, é o homem que o presidente Lula da Silva quer ver articulando a política do futuro governo com os partidos aliados em Minas, Rio de Janeiro e Espírito Santo.  
Coser é desses quadros que qualquer governante gostaria de ter, e possui uma história de vida exemplar, saído das lavouras de café de São Roque do Canaã, no interior do Espírito Santo, para ganhar destaque no Congresso Nacional.  
Falou-se que o deputado poderia presidir o Sebrae no Espírito Santo, mas Lula quer muito mais dele.  
 
Crônicas do sertão  
Historiador e ex-combatente contra os anos de chumbo brasileiros, Araken Vaz Galvão lança no próximo dia 12 de dezembro, às 20 horas, no Teatro Carlos Alves, em Salvador, o livro “Crônicas de uma família sertaneja”.  
Um dos episódios do livro se passa no Espírito Santo, onde Araken morou depois que voltou do exílio antes de casar-se com uma capixaba e fixar residência em Valença, a 120km ao Sul de Salvador. O lançamento do livro faz parte do IV Mercado Cultural. Araken é desses autores de vasta produção, mas que no Brasil só ganha valor depois que morre.  
 
Stand by  
O vice-presidente eleito José de Alencar (PL) tem sido cotado para vários ministérios. O último deles o da Defesa.  
Mas já disse que não quer ser ministro.  
Prefere ficar de stand by e cumprir a função constitucional destinada ao vice, de substituir o Presidente em seus impedimentos.  
 
Vida e morte  
A morte de uma modelo num apart hotel de Belo Horizonte fez muita gente do PMDB mineiro colocar a viola no saco nesse jogo da ocupação de espaço no governo de Lula.  
 
Lugar de Ciro  
Ciro Gomes, que concorreu à Presidência pelo PPS e aliou-se a Lula no segundo turno, deverá ir para a presidência do Banco do Brasil.  
É o conselho que tem recebido de velhas raposas políticas.  
Para quem é jovem como ele, e ainda aspira a um lugar mais alto, ser ministro da Previdência é fria. A reforma vem aí e vai mexer no bolso de muita gente. Em Brasília é dado como certo que a idade mínima para aposentadoria vai passar dos atuais 53 para 60 anos.  
 
Pontos fracos  
O PT já descobriu que não tem tanta gente competente assim para ajudar Lula a governar. Nas áreas mais específicas, como Transportes e Minas e Energia, por exemplo, até a deputada federal Telma, eleita pelos portuários de Santos (SP), já foi rifada.  
Conclusão: quer queiram quer não os mais exaltados petistas, Lula vai ter que dar boa parte do quinhão para partidos aliados.  
 
Capixaba na Fenaport  
O capixaba Eduardo Guterres, petista militante e histórico, foi eleito à unanimidade como candidato único para presidir a Federação Nacional dos Portuários (Fenaport).  
Ele é o atual presidente do Suport (Sindicato Unificado dos Portuários do Espírito Santo) e é um militante político convicto mas moderado.  
Vai de mala e cuia para Brasília.  
 
Gratz na briga  
José Carlos Gratz (PFL) não abaixa a cabeça.  
Aos poucos interlocutores que ainda o procuram, depois que ele teve cassada sua candidatura para o próximo mandato (ainda cabe recurso ao TSE), o presidente da Assembléia Legislativa diz que não está esquentando a cabeça com esse quadro político.  
E promete: “Se me deixarem fora da Assembléia, vou passar os próximos dois anos em campanha para prefeito de Vitória”.  
 
Novas regras  
Se for confirmada mesmo a cassação de José Carlos Gratz, o poder deixa de ser concentrado na Assembléia Legislativa e pode acontecer qualquer coisa na eleição da nova Mesa Diretora.  
A nova bancada hoje está dividida nos seguintes grupos: os que restaram do grupo de Graz; a facção liderada pelo PT; os cinco deputados ligados diretamente ao governador eleito Paulo Hartung; e o chamado grupo dos nove, agora reduzido a oito.  
Engana-se quem pensa que este último grupo está morto.  
 
Encanto do noviço  
Estrela ascendente na política capixaba, o deputado estadual eleito Edson Vargas (PMN) tem se revelado encantado com a forma como o Presidente Lula está se conduzindo politicamente, sentando e articulando com todas as forças políticas, econômicas e sociais.  
E sugere a mesma linha de conduta para o futuro governador Paulo Hartung (PSB).  

  
Magno Malta

Marcus Vicente

Aloízio Santos

Perly Cipriano

João Carlos Coser

José de Alencar

José Carlos Gratz

Copyright © 2001, Vida Brasil. - Todos os direitos reservados.